Mensagens

A mostrar mensagens de Abril, 2019

Luísa Coutinho

Imagem
Luísa Coutinho Doutoramento sobre o tema " As dinâmicas de poder na sucessão de Liurais: etnografia e história de familias no reino de LUca ( Timor-leste) A nossa bolseira Luísa Coutinho a par do doutoramento é uma das coordenadoras do Seminário do Grupo de Investigação Identidades, Culturas e Vulnerabilidades, no Instituto de Ciências Sociais (ICS).  No ãmbito desse Seminário tem organizado algumas sessões sobre o Oriente ou não. A 1ª sessão realizou-se no passado dia 5 de Abril e foi orador outro dos nossos ex-bolseiros, Luís Costa. Título: “Literatura oral timorense: Nada acontece por acaso, tudo tem uma razão de ser! ”. Resumo:               Literatura oral é uma expressão utilizada para designar narrativas transmitidas oralmente pelas pessoas com o objetivo de explicar acontecimentos, considerados misteriosos ou sobrenaturais, ou até fenómenos da natureza, que não são, muitas vezes, compreendidos. Regista-se, por isso, uma mistura de

Workshop Desenho da Natureza no Convento da Arrábida

Imagem
Workshop Desenho da Natureza no Convento da Arrábida   Exposição  Plantas de Macau e do Oriente Catarina França e Mafalda Paiva Partindo de um trabalho realizado em 2013 com uma bolsa de curta duração,  depois de uma visita de estudo a Macau Catarina França apresentou-nos estas duas propostas.  Workshop de ilustração cientifica no cenário idílico da Serra da Arrábida, com estadia no Convento da Arrábida. Neste workshop vamos sair para o campo, de caderno e lápis na mão, procurando registar a natureza circundante como ponto de partida para a elaboração de uma ilustração científica. A paisagem, a fauna e a flora, serão os ingredientes utilizados, e o desenho de campo será a ferramenta que permitirá, de forma descontraída, observar melhor, descobrir, conhecer e desfrutar a natureza. Diz-se que jamais se esquece o que se desenhou. Iremos experimentar e utilizar diferentes técnicas e materiais, tanto na saída de campo, como na posterior realização de uma ilustraç
Imagem
 Representações Visuais da “Ásia Portuguesa" Maria do Carmo Piçarra No âmbito da pesquisa intitulada “Cinema império”. Representações da “Ásia portuguesa” nos arquivos fílmicos”, que a investigadora Maria do Carmo Piçarra (ICS-ULisboa/ICNova/UAL) realiza desde Outubro de 2018, com uma bolsa para pesquisa da Fundação Oriente, realiza-se, a 23 de Abril, no Auditório Sedas Nunes do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, uma jornada de trabalho. Organizado pela investigadora visitante do ICS, Maria do Carmo Piçarra, e pela orientadora da pesquisa, a subdirectora do ICS-ULisboa, Filipa L. Vicente, Representações Visuais da “Ásia Portuguesa”: Perspectivas Críticas, incluirá, além da apresentação dos resultados intercalares da pesquisa em curso, comunicações de outros investigadores – Rui Lopes (IHC-UNL), Ricardo Roque (ICS-ULisboa), Filipa L. Vicente (ICS-ULisboa) e Rosa Maria Pérez (CRIA/ISCTE-IUL) - e investigações artísticas do realizador João Mário Grilo

Maria Madureira na Coreia d oSul

Imagem
Maria Madureira Loureiro Um ano na Coreia do Sul Maria Madureira Loureiro, obteve uma bolsa anual da Fundação Oriente para aperfeiçoar os seus conhecimentos de coreano durante o corrente ano letivo. Partiu para lá no fim de de Novembro e conta-nos agora a sua experiência em texto e imagens. Para quem está habituado aos Invernos de Lisboa o Inverno na Coreia pode ser um desafio. Especialmente quando não se possuem as ferramentas corretas. Eis o que aprendi até agora: camadas são essenciais. Leggings por debaixo das calças é o meu novo normal. E os 'hot packs' que se podem comprar nas lojas de conveniência são armas de peso (parecem-se com pequenas almofadas que ficam quentes quando agitadas). Mas quanto frio faz ao certo perguntar-se-ão. Digamos que se a temperatura média for 0 graus é comum o uso da frase 'Hoje não está nada mau'. Apesar do frio intenso ainda só houve um nevão que deixou a cidade extremamente bonita e extremamente escorregadia.